Reprodução Reprodução

A AFAVA, Associação dos Fazendeiros do Vale dos rios Araguaia, Cristalino e das Mortes foi informada que o governador do Estado prorrogou por mais 30 dias o prazo para a manifestação sobre a proposta de Zoneamento Ecológico. O comunicado foi feito aos deputados estaduais.

O presidente da AFAVA, Hugo Frota, considera esse prazo ainda muito curto para ampla mobilização da sociedade, ainda mais diante da falta de publicidade da consulta pública pela internet.

Frota também destacou que agora é a hora do Vale do Araguaia se unir para defender o direito à produção agropecuária sustentável que trará o tão esperado desenvolvimento da região.

A AFAVA também ressalta que, desta forma, a consulta não pode prosseguir. Faltam esclarecimentos detalhados das questões de solo, de regime de águas e de vegetação das diversa regiões de Mato Grosso.

Antes de levar o assunto para consulta, a AFAVA entende que é preciso ter uma proposta que realmente atenda aos anseios de cada região com suas particularidades.