Foto: João Paulo CalgaroFoto: João Paulo Calgaro

Com duas chuvas registradas nos últimos dias em sua área com acúmulo de 63 milímetros, aliada a boa palhada na lavoura e apostando na safrinha do milho, o produtor João Paulo Calgaro da Fazenda Amanhecer II, já largou o plantio de 180 hectares de soja, no município de Gaúcha do Norte – MT.

Com uma área total de 2.350 mil hectares destinados a cultura da soja e com pretensão de 1.400 a 1.500 mil ha de milho na safrinha, o produtor relatou que decidiu dar o start mais cedo, condicionado pela boa estruturação do solo, para optar por uma janela melhor para o milho.

“A gente decidiu arriscar e entrar 15 dias mais cedo que o ano passado, iniciando o plantio dia 23 de setembro. De domingo para segunda choveu 48 mm e de segunda para terça mais 15 mm e largamos o plantio devido o fato de estarmos com uma palhada boa este ano. Há três anos estou com um projeto de integração lavoura/pecuária e a palhada está muito boa e o solo está bem estruturado mesmo”, pontuou o produtor.

“Estamos apostando, choveu bem, a primeira chuva já foi uma chuva agrícola. A previsão para os próximos dias não é animadora, a previsão mesmo de chuva é do dia 10 de outubro em diante. Em propriedade em Campos de Júlio também demos a arrancada, estamos arriscando para fazer uma safrinha melhor”, finalizou Calgaro.