Reprodução Reprodução

A cultura do algodão vem tomando espaço na região nordeste do Estado de Mato Grosso. Os primeiros registros da cultura foram desenvolvidos no município de Canarana, processo esse de longo acompanhamentos em pesquisas e analise do comportamento da cultura na região. 

Em conversa com o sócio proprietário da empresa Meta Consultoria Agrícola, Rodrigo Piccinini, o mesmo destacou a iniciativa da empresa em implantar as primeiras áreas de cultivo de algodão na região. 

Segundo Rodrigo os primeiros ensaios foram iniciados no ano de 2018. Em 2019 os dados das pesquisas foram favoráveis, apresentando boa produtividade, com bons índices de qualidade de pluma, fazendo com que fosse iniciando então o plantio de 30 hectares.

Com bons resultados pós colheita da área, para 2020 aproximadamente 700 hectares foram cultivados com a cultura de algodão, com perspectiva a triplicar a área para a próxima safra, destacou Rodrigo.  

Quando questionado sobre as dificuldades da região para abertura desta cultura Rodrigo definiu da seguinte forma: “As dificuldades existem, porém, estão sendo quebradas, como o fato de sermos os primeiros em implantar a cultura na região, com uma logística um pouco diferente, e a parte técnica bem mais exigentes do que as culturas que já são plantadas na região.

Uma das maiores dificuldades era não ter uma algodoeira, mais foram feitos investimento por parte dos produtores ao decorrer do ano e em aproximadamente 60 dias ela já estará concluída para trabalho, o algodão está em faze de condução, as primeiras lavouras serão colhidas em 60 dias”.

Canarana vem apresentando bons resultados para esta cultura, as áreas deste ano estão se desenvolvendo muito bem, foram plantadas várias variedades afim de conhecer o processo de cada uma, qualidade fibra, rendimento na hora do beneficiamento, agregando conhecimento finalizou Piccinini.