0
0
0
s2smodern

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoO governador Mauro Mendes (DEM) reuniu todos os membros de seu secretariado e o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) para uma análise dos dois primeiros dias de gestão, nesta quinta-feira (3), no Palácio Paiaguás. 
 
O encontro ocorreu no final da tarde e durou três horas e meia.
 
O democrata havia dado dois dias para que seus secretários fizessem uma nova análise de cada Pasta, em cima dos dados já obtidos durante a transição de Governo.
 
Os membros do staff apresentaram cada um o resumo do que encontraram e fizeram sugestões a Mendes.
 
O principal problema tratado no encontro foi a situação do caixa do Estado. 
 
Ao final, Mendes apresentou uma série de diretrizes para a próxima semana de Governo. Na terça-feira (08) deve dar uma coletiva para falar sobre as primeiras ações. 
 
"É a reorganização. Estamos em um Estado de insolvência fiscal. Muita dificuldade de arrecadação, dificuldades de cumprir prazos", disse o secretário de Cultura Allan Kardec (PDT), logo após deixar o encontro. 
 
"Vamos passar janeiro nesse processo de imersão, de ficar para dentro, chegando cedo e saindo tarde, para que as decisões do governador sejam melhores subsidiadas", completou. 
 
Sem entrevistas 
 
Mendes começou a reunião pontualmente, às 17h, no horário em que havia marcado. Os últimos a chegar foram o secretário de Fazenda Rogério Gallo e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Nilton Borgato.
  
Ao chegarem na reunião, os secretários evitaram conversar com repórteres que estavam no local. Na saída, nenhum - à exceção de Kardec - também quis falar com a imprensa.