0
0
0
s2smodern

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoO vendedor G.L.S., de 20 anos, foi autuado em flagrante pela Polícia Civil pelos crimes de racha e dano material após se apresentar como um dos motoristas envolvidos no acidente ocorrido na noite dessa quinta-feira (7), na Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá.
 
Ele foi detido em flagrante pela Polícia Militar no local do acidente junto com outro jovem, B.H.N., de 29 anos. Eles fizeram o teste de alcoolemia, mas o resultado apontou que não estavam embriagados.
 
Ambos foram encaminhados para a Central de Ocorrências e apenas G.L.S. foi mantido preso.
 
Ele seria o condutor do Volkswagen UP apreendido pela polícia após colidir na mureta de proteção de um posto de combustível, bater em um Galaxie Landau 1979 - que estava estacionado no local e capotar na pista.
 
Segundo a Polícia Civil, não foi arbitrada fiança e G.L.S. deve passar por audiência de custódia ainda nesta sexta-feira (8).
 
O caso deve ser investigado pelo delegado Christian Cabral, titular da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito (Deletran).
 
Conforme a polícia, imagens das câmeras de segurança da região já estão sendo solicitadas para auxiliar nas investigações e na identificação dos demais motoristas envolvidos na ocorrência. 
 
As penas previstas pela legislação para os crimes de racha e dano são de seis meses a três anos de detenção e multa, cada um.
 
O acidente
 
Segundo consta no boletim de ocorrência, o episódio aconteceu por volta das 23h. Pelo menos cinco carros teriam participado do racha.
 
Vídeos que estão circulando nas redes sociais mostram o estrago após o racha. Em um deles, o internauta afirma que carro capotado havia passado por ele momentos antes do acidente.