0
0
0
s2smodern

EFE/Bomberos Málaga/15.01.2019EFE/Bomberos Málaga/15.01.2019

Um menino de dois anos, Julen, caiu em um poço de aproximadamente 25 cm de diâmetro e até 100 metros de profundidade, na serra de Totalán, Andaluzia, sul da Espanha, no dia 13 de janeiro e ainda não conseguiram realizar o resgate.

Uma potente máquina escavadora de túneis começou a trabalhar no sábado (19) e está abrindo um túnel vertical com pouco mais de 1 metro de diâmetro ao lado do poço para descer um tipo de elevador, onde o resgate pretende ficar dentro.

Ao chegarem em 60 m de profundidade os brigadistas devem escavar um túnel horizontal de aproximadamente 4 m para alcançar o local onde acreditam que ele esteja.

infográfico R7infográfico R7

A estimativa era de 15 horas de escavação, mas devido as condições do terreno já se passaram mais de 40 horas. Há esperança de conseguirem alcançar o local na terça-feira (22).

Nas redes sociais a população da região acompanha a operação de resgate. No Twitter, a Guarda Civil espanhola divulgou uma declaração de apoio aos resgatistas de Julen. “Nossa mensagem é de alento para todas as pessoas que seguem dando o melhor de si mesmas, sem descaso e sem desânimo para o resgate em condições extremas do pequeno Julen em Totalán, Málaga”, diz a publicação.

Não há informações sobre o real estado de saúde do menino Julen.