0
0
0
s2smodern

Foto: AssessoriaFoto: Assessoria

Os Clubes de Desbravadores do Araguaia, mantidos pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, estão participando com diversos membros adolescentes, de 10 a 15 anos e lideranças, do 5º Campori Sulamericano de Desbravadores.

O grande acampamento reúne cerca de 50 mil pessoas, de todos os países da américa do sul e países convidados: Malásia, Mongólia, Inglaterra, Europa, Estados Unidos, Ásia e América Central.

O evento acontece em duas etapas, entre os dias 08 a 13 de janeiro (edição alfa) e 15 a 20 de janeiro (edição ômega), no parque de exposições de Barretos-SP.

Água Boa e Canarana, liderados pelos respectivos diretores, Neusa de Almeida Mourão Santos do Clube Alfa do Araguaia e Claudinei Ferreira de Jesus Oliveira do Clube Leão do Vale, levaram juntos 44 adolescentes, dividindo as despesas da viagem.

O Clube de Desbravadores do Araguaia engloba as cidades de Querência, Gaúcha do Norte, Luciara, São Félix do Araguaia, Canarana, Água Boa, Nova Xavantina, Barra do Garças e Pontal do Araguaia onde cada equipe levou cerca 40 a 60 integrantes.

Foto: AssessoriaFoto: Assessoria

O tema do campori para 2019 é “A Melhor Aventura”, em alusão as grandes vivências do adolescente do século XXI como desbravador, cidadão, cristão, missionário e peregrino rumo ao reino dos céus.

Na abertura estiveram presentes o Governador de São Paulo, João Doria, o Prefeito de Barretos, Guilherme Avilla e demais organizadores do evento, incluindo uma mensagem de texto do Presidente Bolsonaro, transmitida aos presentes que vibraram gritando "mito".

Além da concentração no parque de exposições a programação estabelece atividades de "ação social comunitária", onde os participantes irão visitar de porta-em-porta as residências de Barretos.

Curiosidades

 Foto: AssessoriaFoto: Assessoria

A escolha do emblema passou por um concurso que envolveu os desbravadores de oito países sul-americanos. O vencedor foi o chileno Sebastian Leonardo Gabilán Gonzalez, de 13 anos, morador da cidade de Concepción.

A imagem mostra dois membros do Clube indo em direção a uma montanha íngreme. Para concluir a caminhada, eles dão as mãos a um líder que estende as mãos a Jesus.