Banner Brasil
0
0
0
s2smodern

Foto: ReproduçãoFoto: ReproduçãoA pesquisa diária do Cepea apontou que as médias dos preços pagos pela soja brasileira terminaram o mês de novembro com perdas de 3,45% nos portos e 1,70% no interior no País. “Apesar da alta expressiva de 1,57% desta sexta-feira da soja em Chicago e da alta média de 1 ou 2 cents/bushel nos prêmios nos portos brasileiros, os preços sobre rodas nos portos terminaram o mês em queda de 3,45% na média de R$ 82,78. Não houve variação no dia”, explica o analista da T&F Consultoria Agroeconômica Luiz Fernando Pacheco.


Já no interior, a variação foi inexpressiva (0,01%), fechando o mês de novembro com perdas de 1,70% a R$ 77,84. “Os altos estoques disponíveis nos EUA, a falta de demanda para a soja americana e a falta de acordo entre EUA e a China foram as causas desta queda. No Brasil, a queda do dólar que, apesar de ter subido 3,58% no mês, caiu 8,33% em relação à sua cotação mais alta nos meses de agosto e setembro”, completa Pacheco. 

Já os prêmios, conta o analista, apesar de permanecerem altos em relação à safra nova, parecem não acompanhar mais as oscilações de Chicago, porque a disponibilidade brasileira diminuiu bastante.

RONDA DOS ESTADOS

Na ronda dos estados percebeu-se pouca atividade no Sul e menor atividade no Centro-Oeste, por preços baixos No RS muito parado. Vendedores não aceitam os preços oferecidos pelos compradores, muito mais baixos do que os de maio ou setembro, por exemplo. Esperam que o encontro dos presidentes da China e dos EUA possam levar a algum acordo e Chicago suba.

Em SC o mercado de farelo se manteve estável de modo geral na faixa de R$ 1240/1260 FOB Indústria. Os preços tiveram uma variação no meio da semana por causa do dólar e Chicago teve uma alta, mas indústrias originando pouca soja, compradores abastecidos. No PR o mercado também está travado, apesar que alta de Chicago, porque os atuais níveis do mercado não são satisfatórios para os vendedores. 

No MS o mercado esteve mais morno nesta sexta-feira: ideia spot R$ 76,00 fob Dourados, R$ 75,50 Maracaju, tendo sido negociadas apenas 10.000 toneladas. Já no mercado futuro foram negociadas aproximadamente 40.000 toneladas, a preços ao redor de R$ 70,00 FOV entrega. No MT foram negociadas cerca de 20.000 toneladas entre R$ 65,00 e R$ 71,00 no mercado spot e 40.000 toneladas no mercado futuro, entre R$ 60 e R$ 69,00.

Na BA mercado muito especulativo, com algumas negociações ocorrendo, porém, muitos lotes produtores com pedidas elevadas. Preçosdos compradores R$ 72,00 spot e R$ 70,00 maio. No Centro do país, preços de R$ 75,00 em Formosa-GO, R$ 71,50 em Jataí-GO, R$ 72,00 em Patrocínio-MG e R$ 76,50 em Uberlândia-MG.