0
0
0
s2smodern

Foto: AssessoriaFoto: AssessoriaAs chuvas das duas últimas semanas atrapalharam os serviços de término de plantio da safra de soja 18/19 no município.

Cerca de 5% da área ainda não foi plantada, o que corresponde a cerca de 9.000 hectares do total de 180.000 previstos para esta safra.

As lavouras já plantadas tem bom desenvolvimento e não apresentam ataques significativos de pragas ou doenças.

Segundo o presidente da associação dos Agrônomos, André Camargo, além das chuvas atrapalharem a semeadura, causam ainda atraso nos tratos culturais.

Este fato preocupa, visto que a umidade em excesso favorece ao aparecimento de doenças como Mela, Antracnose e Ferrugem Asiática.

A boa notícia vem de fora da lavoura. Segundo Camargo, existe expectativa positiva com relação aos preços da soja, devido ao acordo provisório entre EUA e a China, sobre a taxação de importações.

Para o agrônomo, isso resultará em uma melhora dos preços da soja brasileira. (Ascom/Claudio Pretto)